quinta-feira, setembro 1

You've already been everything to me


As vezes penso nos nossos momentos passados e sim era feliz, nesses momentos era mesmo feliz, mas quanto tempo durava essa felicidade, quanto tempo demoravas tu a destruir mais uma das muitas oportunidades que te dava?
Acredito que te conheço melhor que ninguém, e acredito que eu mesma fazia me acreditar que tu podias mudar. mas essa não é a realidade, tu ficas-te da maneira que és por alguma razão que eu desconheço, ficas-te nessa pessoa irreconhecível e com quem eu não consigo estar.
Contigo eu tentei, eu errei, eu caí, eu levantei-me, eu desmoronei-me... mas eu voltei e juntei os pedaço que me restavam e continuei, segui, tentando fazer o inevitável e não olhar para traz. Mas não dá!
Não digo que sinto a tua falta, sinceramente não sinto falta nenhuma dessa pessoa incompressível em que te tornaste, talvez só sinta falta dos nossos momentos felizes (que eram muito raros neste ultimo ano).
Gostava que um dia abrisses esses teus olhos e ouvidos e desses atenção a todos os conselhos que te demos, a todas as palavras que dissemos, e que finamente conseguisses se e fazer tudo o que não és e fazes agora ;$.
Para dizer a verdade tu perdeste muita gente por culpa própria, e eu acho que perderas muita mais se continuares assim... Sim, eu não sou de ferro e conseguiste magoar-me muitas vezes, mas desta vez não desta vez a nossa amizade estava de tal forma gasta que não custou dizer adeus aos oito anos que passamos.
Sim, acho que desta vez não há volta a dar, e sinceramente perdi as poucas esperanças que tinha de que pudesses mudar...
Rita, foste a pessoa mais importante da minha vida durante vários anos, mas neste momento és apenas memórias e recordações de uma pessoa que eu achava perfeita, e és também uma pessoa que eu não consigo gostar, não consigo compreender e nem aceitar.





4 comentários:

  1. a vida é feita de desilusões, tudo porque temos sempre as expectativas demasiado elevadas. Mas, mais cedo ou mais tarde, acabamos por abrir os olhos, acabamos por voltar a levantar, acabamos por voltar a fechar os olhos e caimos. Ciclo demasiado vicioso para fracos. Sabes qual é a nossa sorte? SERMOS FORTES!

    ResponderEliminar
  2. ñ tem nada a ver comigo , mas ñ quero saber: AMO-TE BEATRIZ BARBOSA *-*

    ResponderEliminar