sábado, março 12

começar de novo


Neste momento tenho um sentimento horrível, pois apercebi-me de como anda o mundo, de como nós andamos, á tanta futilidade tanta ignorância, tanta coisa que eu não gosto, mas que posso fazer? Nada.
Não sei se vocês alguma vez sentiram que fazem tudo bem, tudo direito, que dão tudo o que tem e mesmo assim tudo o que fazem não é retribuído. Quando vocês fazem tudo pelas pessoas e essas pessoas esquecem-se ou não dão valor a tudo isso. Só dão valor aos outros que não fariam nem metade do que eu faço.
Neste momento o mundo está cheio de vaidade, maldade, futilidade, hipocrisias, de pessoas que tem tudo e não o merecem, de pessoas que não tem nada e merecem tudo, de arrogância, de ingenuidade, de tempo perdido, de falsas amizades, de rótulos, e de rotinas. E eu odeio tudo isto, mas sei que também existem estas coisas em mim e sei que me esforço tanto por pessoas que nunca me darão esse esforço de volta, mas continuo assim.
Mas á momentos em que eu chego a casa e penso NÃO! Não quero mais isto! Penso em desistir, em sair daqui em mudar tudo, e em começar de novo. Mas depois nunca faço nada, continuo na mesma e tento acreditar que tudo vai melhorar, que as pessoas me vão dar valor, atiro areia para os meus próprios olhos…
E infelizmente vou continuar assim, pelo menos até ao nono ano, talvez ai tenha oportunidade de escolher um sítio diferente, uma escola diferente e finalmente mudar, mudar tudo e começar de novo.

Sem comentários:

Enviar um comentário