sábado, outubro 6

kids


Ainda me lembro, de quando era criança e desejava crescer, queria mesmo muito ser uma pessoa grande? para quê? Não sei. 
Sim tive uma boa infância, apesar de tudo acho que todos tivemos, porque em crianças temos aquela capacidade fantástica de viver no nosso mundo mágico, de fugir aos problemas, de imaginar que tudo é perfeito, temos aquela inocência que o mundo nunca devia levar de nós, tudo o que fazemos em criança saí do coração, nada era pensado, nada era falso.
Depois crescemos, e descobrimos que a vida não é mágica, que a realidade é dura, má e injusta. Descobrimos que o amor não é como os filmes, que a magia não existe, que o pai natal era o nosso pai e infelizmente a vida destrói e retira de nós toda aquela inocência. Por vezes tornamo-nos pessoas más, rancorosas, outra vezes, pessoas tristes, deprimidas, mas também algumas são fortes, sorridentes, felizes... Existe de tudo e muita vezes já vimos e descobrimos tantas coisas que preferíamos não saber.
Quantas vezes já desejamos voltar a ser meninos pequeninos? Bem, esses tempos já lá vão, crescemos e temos de nós tonar fortes e enfrentar qualquer obstaculo que tenhamos há nossa frente, a vida pode ser dura, deitar-nos a baixo, mas temos de dar luta e continuar de pé, e não interessa o quão magoados estejamos, devemos sempre continuar a sorrir, mesmo que seja com aquele sorriso idiota de criancinha. 
Por mais que a vida esteja difícil, mantêm a cabeça em cima, o arco-íris só vêm depois da tempestade e a cima de tudo, não deixes fugir o teu espírito de infância, não deixes de sonhar, não deixes de acreditar, um dia tu consegues, até lá vive, vive como um idiota, como um louco e se te chamarem criança, sorri, e diz apenas que és criança, mas ao menos és feliz como elas.